terça-feira, 16 de março de 2010

Tudo Por Amor - Judith McNaught

Perfect
image

Julie é uma menina que perdeu os pais e vivia num orfanato até que uma família decide adotá-la. Porém ela acredita que não merece, por ser essa uma família de moldes perfeitos, coisa que Julie não acreditava ser. Por isso, durante toda sua vida se esforçou ao máximo para ser perfeita e se encaixar entre eles.
 
Zack nasceu entre os privilegiados, porém num momento de sua vida, sua avó decide expusá-lo de casa e se esquecer que ele existe. Consegue seguir adiante como ator e diretor de Hollywood, mas a morte de sua mulher durante um estranho acidente durante a rodagem de um filme, o converte em um presidiário. Decide fugir para provar sua inocência e no meio do caminho ele cruza com a doce Julie, tão diferente das falsas atrizes que ele estava acostumado.

Ok, momento de falar da minha escritora MAIS que favorita! Não sei o que dizer desse livro, a não ser que chorei, de tão lindo!

Julie e Zack são dois parâmetros diferentes. Ele cresceu na riqueza, mas foi expulso de casa pela avó ainda jovem. Ela, pobre, mas conheceu o lar aconchegante de uma família estável, sendo adotada quando criança. Duas personalidades marcantes que se cruzam pelo destino.

Zack é um ator lindo, daquele que todas sonham, e que ralou na vida para chegar aonde chegou, embora a influência de Hollywood o tenha transformado numa personalidade fria. Lugar onde as mulheres são fáceis (não estou dizendo isso, ok gente? Foi a visão que o livro me passou), as festas mais badalas... e nesse mundo de glamour, Zack descobre que sua mulher, protagonista de seu filme, estava lhe traindo entre as filmagens.

É aí que a trama começa. Todos gravavam a última cena de um filme quando a mulher de Zack leva um tiro (para a cena do filme) só que a bala de festim foi trocada por uma de verdade!. Quem seria o melhor culpado senão o recentemente traído e famoso no mundo de Hollywood? Pois é, Zack é preso, acusado de matar a esposa.

Na sua fuga (e algumas coisas acontecem até que ele decide fugir) ele acaba encontrando Julie, e sem outra alternativa ela é levada como refém para uma casa onde usa como refúgio. O amor nasce com a convivência entre os dois naquela casa, em meio a brigas, discussões, jantares, e a ajuda de Julie em tentar encontrar o verdadeiro culpado.

Alguns que leram o livro chegam e dizem: “Ai, que vontade de matar a Julie! Porque ela tinha que fazer aquilo com ele, no final do livro? Ele a amava!” Fato 1: Claro, quem ainda não leu precisará ler para saber do que estou falando. Fato 2: As vezes sim dá vontade de matar ela, por alguns de seus deslizes. Mas imaginem se apaixonar por um preso que metade da cidade e sua família o acusam? Bom, não é fácil. O livro é cheio de altos e baixos, momentos que te deixam na tensão. Zack é um personagem que sofreu muito por ter sido preso pelo crime que não cometeu, um dos personagens (na minha opinião) que mais marcaram nos livros da Judith. Essa é, com certeza, uma obra pra eu guardar na minha cabeceira. ;)

4 comentários:

  1. Oi Bruna, adorei seu blog. Nunca li essa autora, mas parece interessante (estou iniciando agora nos romances, rsrs)Beijos, Máh

    ResponderExcluir
  2. Oi Daniele, muito obrigada!! Estou reunindo os selinhos que ganhei e final de semana posto todos eles, viw? Beijos!

    Ai Mah, se não leu tem que ler! Ela é perfeita! rsrs

    ResponderExcluir
  3. Oi Bruna!
    Nunca li romances de banca, mas fiquei realmente interessada neste livro!

    Adorei seu cantinho, estou te seguindo e te linkei no meu:
    http://escrevendoloucamente.blogspot.com

    Se puder retribuir o link, ficarei lisonjeada!

    Bjão! =)

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, de sua opinião, ela é muito importante!

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.
- Se você quiser deixar seu endereço de blog ou site, comente usando a opção OpenID. Comentários com URL não serão mais aceitos.
- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog.
- Comentários ANÔNIMOS não serão mais aceitos. Use a opção Nome/URL